GINOCIPEDIA-logotipo

Cirurgia Pediátrica

A Cirurgia Pediátrica é uma especialidade médica que se ocupa do tratamento de doenças que necessitam de correcção cirúrgica em qualquer das várias fases do desenvolvimento da criança, desde o nascimento até ao início da idade adulta, actualmente estabelecido até aos 18 anos de idade.

O cirurgião pediatra obtém na sua formação conhecimentos sobre a anatomofisiologia e o desenvolvimento da criança, sobre a fisiopatologia das doenças específicas desta faixa etária, bem como sobre as técnicas que são utilizadas na sua correção. A longa esperança de vida característica destes utentes acresce a responsabilidade do cirurgião pediatra que, em geral, adota opções cirúrgicas reconstrutivas, visando a correção de anomalia de desenvolvimento, e evita opções cirúrgicas mutilantes ou geradoras de sequelas a longo prazo.

A atividade do cirurgião pediatra é muito abrangente e diversificada, iniciando-se no período neonatal (tratamento de malformações congénitas) e continuando-se na infância e na adolescência. Nesta incluem-se a cirurgia oncológica, a cirurgia torácica, a cirurgia digestiva, a cirurgia plástica e a cirurgia urológica.

Tal como em outras áreas da medicina, a Cirurgia Pediátrica tem acompanhado a evolução tecnológica e, algumas das cirurgias anteriormente realizadas por técnicas convencionais, podem agora realizar-se por técnicas minimamente invasivas (videolaparoscopia).

ÁREAS DE ATUAÇÃO DA CIRURGIA PEDIÁTRICA

  • Cirurgia do recém-nascido
  • Cirurgia da cabeça e do pescoço (patologia da tiróide, quistos do canal tireoglosso, quistos epidermóides, quistos e fendas branquiais)
  • Cirurgia plástica pediátrica (orelhas em abano, fenda labiopalatina, sequelas de queimadura)
  • Cirurgia da parede torácica e do pulmão (ginecomastia pubertária, pectus excavatum ou carinatum, malformações pulmonares)
  • Cirurgia do aparelho digestivo (refluxo gastroesofágico, doença de Hirschsprung, duplicação intestinal, divertículo de Meckel) e hepatobiliar (litíase vesicular, quisto do colédoco)
  • Cirurgia da parede abdominal (hérnia inguinal, crural, umbilical e da linha branca, hidrocelo)
  • Urologia pediátrica (testículo mal descido, fimose, hipospádias) e ginecologia pediátrica (hipertrofia de pequenos lábios, quistos anexiais)
  • Cirurgia da pele, tecidos moles e fâneras (nevus melanocítico, quistos sebáceos, lipomas, sinus pilonidalis sacrococcígeo, unhas encravadas)
  • Oncologia pediátrica
  • Patologia de urgência (apendicite aguda, invaginação intestinal, estenose hipertrófica do piloro, torção de ovário ou de testículo, traumatologia)
hand

ÁREAS DE PARTICULAR INTERESSE

  • Cirurgia da cabeça e pescoço
  • Cirurgia plástica pediátrica
  • Cirurgia digestiva e da parede abdominal
  • Urologia pediátrica
  • Cirurgia de doenças da pele e fâneras